Jeremy casou com Kathryn

Como muitos sabem, Jeremy Davis tem um relacionamento de longa data com Kathryn Camsey. Hoje, dia 30 de setembro de 2011, foi postado no MOBILE STREAM do paramore.net uma foto de Jeremy junto de Kathryn com a seguinte legenda:

Today I Married My Dream Girl And Couldn’t Be Any Happier. I Love You, Kathryn!

Tradução:
Hoje me casei com a garota dos meus sonhos e eu não poderia estar mais feliz. Eu te amo, Kathryn!

Logo em seguida a Kathryn twitou:

@kittykatcam – Entãããão, eu acabei de me casar com o @schzimmydeanie… @shadyIV foi o meu padrinho e @yelyahwilliams foi minha dama de honra, estou tããããão feliz!!!

E Jeremy deu RT no tweet sobre a atualização do Mobile Stream do twitter oficial, @paramore:

Woohoo!!!! :1 RT @paramore Hoje me casei com a garota dos meus sonhos e eu não poderia estar mais feliz. Eu te amo, Kathryn!

Felicidades para o casal! Assim que saírem mais informações ou fotos estaremos atualizando o site com elas.

 

Nova camiseta na webstore

Foi adicionado um novo item à loja oficial, uma camiseta intitulada “Cramming T shirt”. A camiseta custa 15 dólares e está disponível em diversos tamanhos. Veja mais informações sobre a peça abaixo:

O design do Paramore chamado ‘Cramming’ apresenta letras da música ‘Playing God.’ O design contém lâmpadas saíndo da garganta da ilustração (No caso, inspirada nesta foto da Hayley) e seu funcionamento interno. As letras “Just keep on cramming ideas down my throat” estão no topo do design junto do nome da banda.

Clique aqui para visualizar o produto na Webstore.

Review da revista Kerrang sobre o show da fbr15

A revista britânica Kerrang! fez uma review do show do Paramore na comemoração FBR15, no Terminal 5, em NYC, que aconteceu dia 7 de setembro. Leia abaixo:

Avaliação: 5 estrelas

Se existe uma coisa que parece ter fixado a Fueled By Ramen em um bom lugar no decorrer dos anos, é o fato de que eles sabem o quanto uma música é boa quando a ouvem. Como quando a gravadora faz uma festa de aniversário para si mesma em comemoração a seus 15 anos, em Nova York, os ouvidos afinados dos fundadores John Janick e Vinnie Fiorello estão em evidência durante o mixtape da FBR que toca entre as bandas. É fácil esquecer a montanha de clássicos como Fall Out Boy e Panic! At The Disco que eles tem sido responsáveis por lançar, e a banda de abertura The Swellers soam como se pudessem muito bem contribuir para aquele material nos próximos anos. O povo de Michigan traz o poder de Foo Fighters com as melodias do New Found Glory em seu set de 25 minutos que, é muito pequeno para eles realmente causarem um impacto, mas longo o suficiente para saber que  são algo especial.

A atração principal Paramore, entretanto, estão aqui não só para brindar o seu rotúlo de senhores da gravadora, mas para trazer a sua gigantesca turnê  Brand New Eyes  a um fim. Ignore o trauma de perder o guitarrista Josh e o baterista Zac no final do ano passado, não existem dúvidas que o trio está em clima de celebração esta noite. Não demora muito para eles subirem para a ocasião, seguida de uma emocionante e elétrica abertura de 20 minutos, Hayley Williams e Taylor York decidem acalmar as coisas com um inesperado set acústico. Normalmente, esse tipo de intervalo é o momento para muitas pessoas pegarem suas bebidas, mas nesta noite é a melhor parte do show inteiro. Primeiro, eles lançam uma versão da recentemente escrita In The Mourning – Uma música que soa como o Beatles por direito próprio – E a deixaram ainda mais deslumbrante com um verso de Landslide do Fleetwood Mac, que a dupla toca sem esforço. Eles também reconhecem a história da banda e dão ao contigente hardcore um deleite raro tocando My Heart que, somada a visão do clássico jeans skinny vermelho de Hayley, é o suficiente para convencer a platéia de 3,500 pessoas que eles viajaram de volta para 2006.

Mas enquanto o grupo de Nashville está feliz em dar uma volta rápida pro passado, eles encerram dando a todos um gostinho do que está por vir, tocando a nova música Renegade pela primeira vez.  É o power-pop poderoso com um refrão que praticamente reluz junto de outro desempenho vocal de primeira qualidade de Hayley. Em algum lugar na Florida, John Janick e Vinnie Fiorello devem estar esfregando suas mãos de contentamento no pensamento que envolve os próximos 15 anos da Fueled By Ramen. O resto de nós certamente está.

Fonte

Atualizações do “Lets Be Freaks”

Eu acredito que esta foto seja do nosso show no CBGB’s. Nós fomos tão sortudos por ter a chance de até mesmo ENTRAR neste lugar  e mais ainda por tocar um show lá. Na verdade eu também assisti a alguns shows no CBGB’s. Blindside & mewithoutYou e The Kick & MuteMath.. Ambos esses shows aconteceram em 2004. Nosso show no CB’s foi em ‘05 e não foi muito antes dele ser fechado. Um momento de silêncio por toda maravilha que era o CB’s.

Soundtrack for The Twilight Saga: Breaking Dawn: Track listing

breakingdawnthesoundtrack:

1. Too late – Muse

2. Love me like the world is ending – Ben Lee

3. Someone like you – Adele

4. Sister Rosetta – Noisettes

5. Line of danger – Linkin Park

6. Disease – Paramore

7. Cup half empty – Claire Leah

8. It will rain – Bruno Mars

9. Corner of the room – The Fray

10. Falling -…

Isto não é verdade, gente… Nós NÃO estamos na trilha sonora de Breaking Dawn (Amanhecer). *EDIT* Na verdade, nós nem ao menos temos uma música chamada “Disease”…

… e nenhuma das músicas ainda não liberadas que estaremos lançando este ano estará na trilha sonora de algum filme.

“Uma lição que você aprendeu sendo um Parawhore? Nunca confie no ‘em breve’ da Hayley.”

hahahahahah Mas vocês deveriam saber que todos nós (com exceção do Taylor) estamos sempre ao menos 15 minutos atrasados pra tudo… E que temos ótimos planos para as músicas ainda não liberadas. E não, estes planos não consistem em rádio, clipes, ou qualquer coisa desse tipo. Eu acho que vocês ficarão bem felizes.

Visite o tumblr da Hayley e veja outros posts clicando aqui.

Paramore em jogo de Wii

Hoje a Nordic Games revelou a trilha sonora do novo jogo para Wii™, chamado We Sing Rock! (Nós Cantamos Rock!), que contém dos clássicos aos recentes. Paramore está incluso na lista com a música Ignorance, além de Coldplay, Alice Cooper, Kasabian, My Chemical Romance e o próprio rei, Elvis! Confira a trilha sonora inteira:

30 Seconds to Mars Kings and Queens
4 Non Blondes What’s Up
Alice Cooper Poison
Bloc Party The Prayer
The Cardigans My Favourite Game
Coldplay Violet Hill
Creedence Clearwater Revival Proud Mary
The Darkness I Believe in a Thing Called Love
Daughtry What About Now
Def Leppard Pour Some Sugar On Me
Elvis Presley Suspicious Minds
Europe The Final Countdown
Evanescence Bring Me to Life
Extreme More Than Words
Faith No More Epic
Franz Ferdinand Take Me Out
Free All Right Now
Garbage I Think I’m Paranoid
Gossip Standing in the Way of Control
Heart Alone
INXS Never Tear Us Apart
Kasabian Underdog
KT Tunstall Suddenly I See
Limp Bizkit Rollin’
Meredith Brooks Bitch
Motörhead Ace Of Spades
My Chemical Romance Welcome to the Black Parade
The Offspring Pretty Fly (For A White Guy)
OK Go Here It Goes Again
Panic! at the disco Nine in the Afternoon
Paramore Ignorance
The Pretenders Brass in Pocket
Robert Palmer Addicted to Love
Scorpions Wind of Change
Sheryl Crow All I Wanna Do
Simple Minds Don’t You (Forget About Me)
Survivor Eye of the Tiger
Tina Turner The Best
Wheatus Teenage Dirtbag
Whitesnake Here I Go Again ’87

Hayley está lendo “The Noticer” (O Menssageiro)

A banda está de férias, e em seu tempo livre, Hayley publicou em sua página no tumblr e em seu twitter, que está lendo o livro “The Noticer”; em português, “O Mensageiro”, do autor de best-sellers publicados em mais de 20 países, Andy Andrews. Leia abaixo o tweet traduzido:

Segui uma sugestão do livro que estou lendo no momento, chamado “The Noticer”. Comecei meu dia escrevendo tudo pelo que sou agradecida. Maior lista de todas. #minhamãodói

E o post em seu tumblr:

Adorando este livro no momento. É uma história sobre ganho de perspectiva… Tão inspirador.

Para quem ficou curioso, clique aqui para conhecer um pouco do livro.

Diario de turnê da Hayley – Parte 5

Paramore esteve em muitas notícias no final do ano passado devido a saída muito comentada de 2 membros. A banda, porém, está de volta com uma nova formação, fazendo shows, e, pelo que aparenta nos diários de turnê cortesia da vocalista Hayley Williams, estão mais fortes do que nunca. Aqui a quinta parte de Williams, na qual ela relata tocar em Singapura com os companheiros de tour The Swellers.

Nossa viagem a Cingapura foi um momento agridoce (amargo-doce).

Este foi o último show que tocamos fora do Estados Unidos. Nós realmente não queriamos que essa viagem acabasse. Eu ainda não estou certa de que aceitei completamente o fato de nós termos fãs suficientes nessa parte do mundo para vir até aqui e tocar shows. Muitas bandas pulam algum desses países porque honestamente, custa muito dinheiro vir até aqui e não tem como prever como as coisas irão sair até você de fato ir. Graças a Deus nós finalmente temos alguma idéia disso. Todos esses lugares foram novos para nós exceto Singapura. Nós viemos aqui a um ano e meio atrás e tocamos para uma platéia incrível de pessoas. E eu estou começando a pensar que aquela platéia é parcialmente responsável pelo fato de que nós fomos capazes de voltar pra esse lado do mundo tão rápido… e até tocar em lugares novos como Hong Kong, Bali e Jakarta. Então tendo dito isso, muito obrigada Cingapura!

 

Não apenas foi o último show do ano fora do US, foi também a última noite que nós dividiriamos o palco com nossos amigos The Swellers. Olha, não deixem eles começarem com o assunto, mas por alguma razão nós não teremos eles no último show que ira acontecer no, ahem, Havaí. Eu sei, eu sei… nós somos obviamente os piores amigos de todos. Não tenho certeza o que saiu errado ai mas uh, em todo o caso. Nós decidimos que já que Singapura seria nossa última parada juntos nós todos iriamos sair.

Em outras palavras, nós fomos no Night Safari na noite anterior ao show, comemos batatas fritas no troller que nos levou através de criaturas tão majestosas como “o javali-barbado”, e voluntariamos Anto (baxista do Swellers) para vencer seu medo por cobras segurando a maior, a mais enorme, a mais gigante cobra que eu já vi em toda minha vida. Quero dizer, eu não teria feito isso. Nunca.

O dia do show foi ainda melhor. Apenas que justo nesse dia, de todos os outros dias, uma convenção de quadrinhos estava em Singapura. Sendo que estavamos em Singapura, claramente não tinha outra opção a não ser comparecer. Quando eu digo que essa foi uma das minhas atividades extracurriculares on-tour favoritas, é melhor você acreditar que foi uma das minhas favoritas de TODAS. Nós ficamos por algumas horas, tentando lidar com mangas japoneses, tirando fotos com Stormtroopers (do Star Wars) e Predadores, e basicamente, esquecendo por completo nossa vida adulta. Como nós iremos algum dia superar isso? Nós provavelmente não iremos. Essa é a parte amarga. A parte doce, porém, é o fato que nós tivemos um show incrível. The Swellers foram ótimos como sempre e eu estava muito animada de ouvir a platéia cantando junto com eles enquanto nós ficavamos prontos. Na hora que fomos pro palco já parecia que o lugar inteiro estava prestes a explodir. Nós estamos falando de um lugar bem grande também. Na verdade, eu nunca pude expressar como é bom o sentimento de tocar no “Indoor Stadium” de Singapura. Então deixe-me apenas dizer que é bom. Bom pra caralho.

–HAYLEY